Doença profissional

19555 resultados para Doença profissional

  • Classificação vLex
  • Lei n.º 98/2009, de 04 de Setembro de 2009

    ... Regulamenta o regime de reparaçáo de acidentes de trabalho e de doenças profissionais, incluindo a reabilitaçáo e reintegraçáo profissionais, ... e estagiário, considera -se situaçáo de formaçáo profissional a que tem por finalidade a preparaçáo, promoçáo e actualizaçáo ...

  • Protecção garantida nas situações de doença profissional

    1. Doença profissional-. 2. Prestações.

  • Portaria n.º 65/2016 - Diário da República n.º 64/2016, Série I de 2016-04-01

    ... incapacidade permanente para o trabalho e por morte decorrentes de doença profissional, para o ano de 2016.2 - Excluem -se do âmbito da ...

  • Despacho conjunto n.º 578/2001, de 29 de Junho de 2001

    ... impõe aos médicos a participação dos casos de diagnóstico de doenças profissionais, especialmente às instituições de segurança social ... 84.º) com a mera presunção de existência de doença profissional, não sendo exigível, desde logo, um diagnóstico médico, cumpre adaptar ...

  • Lei n.º 10/2016 - Diário da República n.º 65/2016, Série I de 2016-04-04

    ...Estabelece o direito a uma compensação por morte emergente de doença profissional dos trabalhadores da Empresa Nacional de Urânio, S. A. . A ...

  • Acórdão nº 835/15.0T8LRA.C1 de Tribunal da Relação de Coimbra, 16 de Dezembro de 2015

    1. Em caso de doença profissional, preenchidos que se mostrem os pressupostos da responsabilidade civil subjetiva, não está vedada ao trabalhador a possibilidade de se ver ressarcido nos termos gerais, designadamente quanto aos danos não cobertos pela Lei dos Acidentes de Trabalho. 2. Contudo, quer fundamente o seu pedido de indemnização na responsabilidade objetiva, quer na culpa por violação...

    ... desde inícios de 2007, só veio a ser identificada como doença profissional a 16 de março de 2012, agravando-se em 2014; a autora não ...

  • Acórdão nº 2951/16.1 BELSB de Tribunal Central Administrativo Sul, 07 de Fevereiro de 2019

    i) Em virtude da solução normativa vertida na alínea b), do n.º 1 e 3 do artigo 41.º, em caso de incapacidade permanente parcial resultante de acidente de trabalho ou doença profissional, tendo em conta a natureza indemnizatória da prestação periódica a que o trabalhador sinistrado tem direito, tal prestação não é acumulável com a parcela da remuneração que corresponde à percentagem da redução...

    ...º alínea f) do regime jurídico dos acidentes em serviço e das doenças profissionais no âmbito da Administração Pública tem um cariz ... permanente parcial resultante de acidente ou doença profissional Mais entende que se a Autora mantém o exercício de funções, ainda que ...

  • Acórdão nº 01089/15.3BEAVR de Tribunal Central Administrativo Norte, 21 de Outubro de 2016

    1 – Nos termos do Artigo 26º do DL 503/99, de 20/11, o diagnóstico e a caracterização como doença profissional e, se for caso disso, a atribuição da incapacidade temporária ou a proposta do grau de incapacidade permanente são da responsabilidade dos serviços médicos do Centro Nacional de Protecção contra os Riscos Profissionais. 2 - Não existe a similitude jurídica invocada pelo Recorrente com a...

    ...a ver considerada uma patologia que o afecta como doença profissional contraída ao serviço do Município de Aveiro. Em ...

  • Acórdão nº 676/13.9TTVFR.P1 de Tribunal da Relação do Porto, 18 de Janeiro de 2016

    I - Na interpretação das convenções colectivas deve aplicar-se o disposto nos arts. 236.º e ss. do Código Civil quanto à parte obrigacional, e o preceituado no artigo 9.º do Código Civil, no respeitante à parte regulativa, uma vez que os seus comandos jurídicos são gerais e abstractos e produzem efeitos em relação a terceiros. II – Se o estrito escopo reparador da norma que prevê um complemento

    ...e em Novembro de 2012 lhe foi reconhecida uma doença profissional com IPATH; que a R., não o reconvertendo, lhe comunicou a ...

  • Acórdão nº 00431/13.6BECBR de Tribunal Central Administrativo Norte, 06 de Março de 2015

    I-O trabalhador de um município que padeça de doença profissional tem direito, atento o disposto no art.º 4.º, do D.L. n.º 503/99, de 20/11, art.º 10.º da Lei 100/97, de 13/09 e art.º 23.º, n.º1 do D.L. n.º 143/99, de 30/04, à reparação dos danos dela resultantes, que tanto pode ser em dinheiro como em espécie. II- Comprovado que um trabalhador municipal, já aposentado, a quem foi medicamente...

    ...-se aposentada pela Caixa Geral de Aposentações e sofre de doença profissional com incapacidade permanente, pelo que tem direito a ser ...

  • Acórdão nº 4222/06.2TBVFR.P1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 09 de Setembro de 2014

    I - Tendo o autor alegado que, para minorar a progressão da sua doença, necessita de tratamento termal e acompanhamento médico, ao longo de toda a sua vida, e formulado o pedido de condenação do réu a pagar-lhe, a este propósito, uma determinada quantia global, não se havendo apurado os custos do acompanhamento médico de que carecerá e dos transportes para lhe aceder, relegando o tribunal para...

    ... de calçado e gaspeadeira, e, ulteriormente, com a categoria profissional de acabadora de calçado, e que, no exercício dessa sua actividade ... A asma brônquica é uma doença que afecta, profundamente, as vias respiratórias e é muito limitativa da ...

  • Acórdão nº 03453/15.9BEBRG de Tribunal Central Administrativo Norte, 28 de Abril de 2017

    A responsabilidade pelo reembolso de despesas de saúde - tratando-se de trabalhador municipal aposentado que padeça de doença profissional da qual tenha resultado uma situação de incapacidade parcial permanente - impende sobre a Caixa Geral de Aposentações e não sobre o Município, por ser essa a solução normativa que inequivocamente decorre do disposto no n.º 3 do artigo 5.º, conjugado com os n.ºs

    ... 20.11, que os encargos decorrentes de acidentes em serviço e de doenças profissionais, com excepção dos relativos à indemnização pelas ...: “I-O trabalhador de um município que padeça de doença profissional tem direito, atento o disposto no art.º 4.º, do D.L. n.º 503/99, de ...

  • Acórdão nº 237/11.7TTVNF.P1 de Tribunal da Relação do Porto, 30 de Setembro de 2013

    I - Atento a natureza oficiosa das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional e o carater indisponível dos direitos em questão, justifica-se a prolação de despacho que, mesmo depois da prolação da sentença, procede à condenação da Ré seguradora extra vel ultra petitum. II - Assim, não obstante já ter proferido decisão – ainda que não transitada em julgado na data da...

    ... sendo, não existem dúvidas que o período de certificação de doença directa de 27/07/2011 a 26/09/2011 se reporta a uma situação de ... vista à indemnização por acidente de trabalho ou doença profissional (reitere-se, direitos de exercício necessário), o juiz se lhe deva ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...

  • Acórdão nº 492/07.7TTCSC-A.L1.S1 de Supremo Tribunal de Justiça, 25 de Outubro de 2018

    I. O prazo para uma parte recorrer – tratando-se de um recurso independente e não de um recurso subordinado – de uma decisão conta-se, em princípio, a partir do momento em que ela deve ter-se por notificada da mesma (n.º 1 do artigo 638.º do CPC), independentemente da data da notificação das outras partes. II. A natureza urgente das ações emergentes de acidente de trabalho e de doença...

    ... Janeiro de 2007, quando trabalhava, como jogador de futebol profissional, para o Réu, que não tinha a responsabilidade por acidente de trabalho ... urgente as ações emergentes de acidente de trabalho e de doença profissional, como estabelece hoje o artigo 26.º, n.º 1, alínea e) do ...