taxa de descontos para a seguranca social

  • Receber alertas:
  • por e-mail
    Seus dados se incorporarão a um fichário automatizado com o intuito exclusivo de dar resposta a sua subscrição. Esse fichário é da titularidade exclusiva da vLex Networks, S.L. e não será entregue a um terceiro em caso algum. O envio de sua solicitude significa uma aceitação da Política de Proteção de Dados da vLex Networks, S.L.
  • por RSS

2.306 documentos para taxa de descontos para a seguranca social
  • Introduz alterações ao Decreto-Lei n.º 140-D/86, de 14 de Junho, que criou a taxa social única, unificando os descontos para a Segurança Social e o Fundo de Desemprego.

  • I - O teor de uma carta do Secretário de Estado da Segurança Social dando o seu acordo para não fazer incidir sobre prémios anuais de desempenho descontos para a Segurança Social (taxa social única) não pode ser qualificada como orientação genérica à luz da alínea b), n.º 4 do artigo 68.º da LGT e, como tal, vinculativa para a administração tributária. II - A Constituição da República Portuguesa não coloca qualquer restrição à aplicação do princípio da boa fé aos actos praticados no exercício de poderes vinculados. III - Todavia, no confronto entre os princípios da legalidade e da boa fé deve ser ponderada cada situação em concreto por forma a poder concluir-se se da prevalência do primeiro, em sentido estrito, resulta um flagrante injustiça para o contribuinte, acarretando-lhe um d...

  • I - O teor de uma carta do Secretário de Estado da Segurança Social dando o seu acordo para não fazer incidir sobre prémios anuais de desempenho descontos para a Segurança Social (taxa social única) não pode ser qualificada como orientação genérica à luz da alínea b), n.º 4 do artigo 68.º da LGT e, como tal, vinculativa para a administração tributária. II - A Constituição da República Portuguesa não coloca qualquer restrição à aplicação do princípio da boa fé aos actos praticados no exercício de poderes vinculados. III - Todavia, no confronto entre os princípios da legalidade e da boa fé deve ser ponderada cada situação em concreto por forma a poder concluir-se se da prevalência do primeiro, em sentido estrito, resulta um flagrante injustiça para o contribuinte, acarretando-lhe um d...

  • I- O subsídio de desemprego é realidade diversa do “registo de remunerações por equivalência à entrada de contribuições” a que se reporta o art. 80º, nº 1, do DL 220/2006, de 3.11 (e suas alterações posteriores). II- O que há que deduzir, nos termos do art. 390º, nºs 1 e 2, al. c), do CT/2009, às retribuições de tramitação devidas em consequência da ilicitude do despedimento é o valor do subsídio de desemprego e não o “registo de remunerações por equivalência à entrada de contribuições” a que se reporta o citado art. 80º, nº 1.

    ...João Luís Nunes Acordam na Secção Social do Tribunal da Relação do Porto: I. Relatório: ...informação da Segurança Social de fls. 193 a 195), àquele montante ... 2011, bem como o extrato de eventuais descontos para a Segurança Social após o despedimento, ... os correspondentes e efetivos descontos de taxa contributiva para a Segurança Social). Ou seja, ...

  • I - O estatuto de reformado alcançado por um trabalhador ao serviço de uma empresa não constitui, por si só, circunstância impeditiva da celebração de um contrato de trabalho com empresa distinta, podendo essa contratação ser estabelecida a termo ou por tempo indeterminado. II - A nova entidade patronal não pode prevalecer-se do conhecimento posterior à contratação da situação de reformado do trabalhador, preexistente à sua admissão, para invocar a caducidade do contrato, fazendo apelo ao disposto nos arts. 343, c) e 348, nº 1 do CT/09. III - O trabalhador que foi objecto de despedimento ilícito, só tem direito a indemnização por danos não patrimoniais, se alegar e provar os danos concretos que essa situação lhe provocou, sua dimensão, duração e gravidade que assumiram. (Elaborado pela...

    ...Acordam na secção social do Tribunal da Relação de Lisboa I - RELATÓRIO ... de 2011, após deduzidos os respectivos descontos legais; e e. juros de mora à taxa legal. Alegou ..., procedeu aos descontos para a Segurança Social à taxa normal, e não à devida (e menor) ...

  • CRIA O GABINETE DE GESTÃO FINANCEIRA DO EMPREGO (GGFE). REVOGA O DECRETO REGIONAL NUMERO 3/82/A, DE 4 DE MARCO, E LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR.

    ... Legislativo Regional n.º 23/86/A, criou a taxa social única, unificando os descontos para a ...

  • Autoriza o Secretário Regional do Trabalho a reforçar a verba aprovada pela Resolução n.º 275/86, de 2 de Dezembro de 1986.

    ...Considerando que com a entrada em vigor da Taxa Social Única os descontos para a Segurança ...

  • Cria o Gabinete de Gestão Financeira do Emprego (GGFE). Revoga o Decreta Regional nº. 3/82/A, de 4 de Março, e legislação complementar.

    ...23/86/A, criou a taxa social única, unificando os descontos para a ...

  • CRIA O GABINETE DE GESTÃO FINANCEIRA DO EMPREGO (GGFE). REVOGA O DECRETO REGIONAL NUMERO 3/82/A, DE 4 DE MARCO, E LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR.

    ... Legislativo Regional n.º 23/86/A, criou a taxa social única, unificando os descontos para a ...

  • ... ser retirados ao vencimento de base os descontos para a segurança social (11 %) e a taxa de IRS ...

ver las páginas en versión mobile | web

ver las páginas en versión mobile | web

© Copyright 2014, vLex. Todos os Direitos Reservados.

Conteúdos em vLex Portugal

Pesquisar na vLex

Para Profissionais

Para Sócios

Empresa